“Si tout le mounde était comme moi, je n’aurais pas besoin de desaster les autres ! “

 

(Wolinski)

Forgive me, I’m trying to find my calling
I’m calling at night
I don’t mean to be a bother, but have you seen this girl?
She’s been running through my dreams
And it’s driving me crazy, it seems
I’m gonna ask her to marry me

Even though she doesn’t believe in love
He’s determined to call her bluff
Who could deny these butterflies?
They’re filling his gut

“Remembering Sunday – All Time Low ”  

Só enquanto eu respirar vou me lembrar de você…

A sua ausência tinha a capacidade de silenciar meu mundo, cada dia sem você parecia uma eternidade, a verdade daqueles dias fazia feridas muito fndas em minha alma, me fazendo derramar um grande rio de lágrimas.quando te encontrava fingia estar bem, figia sorrisos que na verdade queriam se quebrar e escorrer pelo meu rosto e meus olhos, somente meus olhos eram capazes de transmitir a tristeza que eu realmente sentia dentro de mim.

E esses dias passaram, as coisas mudaram e agora somos eu e você dividindo o resto de nossas vidas, você se tornando cada dia mais esencial, se tornando o ar que eu respiro. Afinal, se você não da mais pra viver…

Só enquanto eu respirar vou me lembrar de você…(8)

Texto tomando como base na musica “O Anjo Mais Velho – O Teatro Mágico”

Janeiro…

O frio que queima
A maré que se afasta
Chega de falar sobre o amanhã
O passado já passou e tudo o que existe é hoje
Eu não posso esquecer o frio
Que caiu num dia de janeiro

As estações mudam pela chuva que lavou
Todos os sorrisos e as lágrimas
O que há entre e todas as esperanças e medos
Eu sinto que o frio de janeiro nunca deve desaparecer

Céu vazio, a amargura se desdobra
É difícil manter uma lembrança
Quando não há mais nada para segurar
Chuva chuva chuva
O deserto mata o que sobrou por dentro
É difícil viver quando tudo que você quer fazer é morrer

O livro esta acabado
Nenhuma página restou para virar
Nenhuma carta restou à escrever
Nada restou para quem possa interessar
Frio de janeiro deverá sempre viver

 

Poeiras de crepúsculos cinzentos.
Lindas rendas velhinhas, em pedaços,
Prendem-se aos meus cabelos, aos meus braços,
Como brancos fantasmas, sonolentos…
Monges soturnos deslizando lentos,
Devagarinho, em misteriosos passos…
Perde-se a luz em lânguidos cansaços…
Ergue-se a minha cruz dos desalentos!
Poeiras de crepúsculos tristonhos,
Lembram-me o fumo leve dos meus sonhos,
A névoa das saudades que deixaste!
Hora em que teu olhar me deslumbrou…
Hora em que a tua boca me beijou…
Hora em que fumo e névoa te tornaste…

O mais atraente nela é seu charme, seus mistérios e o que ela oculta.

A doçura da voz e o encanto do sorriso.

A promessa de algo totalmente desconhecido.

Ela é capaz de enlouquecer qualquer pessoa com um olhar de desejo contido num sorriso tímido, e unindo isso a dezenas de outros artifícios, lhes remetem a um jogo de sedução tão imprevisível e excitante, onde em um piscar de olhos tudo parece fazer sentido…

Inteligência é afrodisíaco, vulgaridade não.

A verdadeira beleza dela está em suas idéias, na sua postura elegante, nos mínimos detalhes da sua personalidade e no seu olhar penetrante.

E não no seu par de pernas que nunca estão à mostra ou no seu decote exagerado inexistente…

Isso é apenas detalhe.

Quando fico ao seu lado esqueço do mundo .

Pra mim existe so eu e você.

Nada nem ninguém importa além de ti .

Viciei nos seus lábios .

Não consigo ficar sem seu olhar .

Sua voz me acalma .

No seus braços me sinto seguro.

Você é unica pra mim .♥

Entradas Mais Antigas Anteriores